O PSDB não existe em canto nenhum. Serra não tem respaldo fora de São Paulo

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

"De volta das férias, resolvi me atualizar nos assuntos da campanha presidencial nati-morta do Zé Alagão.
E recorri a um sábio, que mora em Delfos, à beira do mar azul.
- Como você explica a decisão do Aécio (de deixar a campanha a presidente ) ?
- Para o Aécio foi ótimo. O PSDB ia cozinhar ele, diz o sábio.
- E para o Serra ?, pergunto.
- Para o Serra foi péssimo. Obriga o Serra a decidir e o Serra não pode decidir agora.
- Mas, o Aécio, então, deixou o PSDB numa sinuca, pondero.
- O Aécio não é PSDB, diz o sábio.
- O Aécio é o quê ?, pergunto.
- O Aécio é mineiro.
- Mas, a campanha do Aécio já prestou um favor ao país: São Paulo, não !
- Sim, concorda o sábio.
- Mas, se o Aécio não é PSDB, quem é PSDB ?
- Não tem mais PSDB em lugar nenhum, diz o sábio.
- Em São Paulo tem.
- E onde mais ?, pergunta ele.
- Bom, não sei, fico a pensar.
- Em Minas não tem – é Aécio.
- No Rio Grande do Sul, provoco.
- Sim, tem muito PSDB lá. No Rio, o PSDB não existe. Na Bahia não existe. Em Pernambuco não existe. Na Paraíba o PSDB foi cassado. Em Alagoas, o Teotônio não ganha de ninguém. Leva uma surra do Collor. No Ceará, o Tasso é contra o Serra. No Rio Grande do Norte, nada.
- Então, a situação do Serra tá feia.
- O Serra não tem composição política. Não tem palanque.
- Mas, ele insiste em não desistir.
- Tenho para mim, diz o sábio, que Serra não será candidato a Presidente.
- Mas, ele só pensa nisso desde criancinha.
- Você acha que o Serra vai entregar São Paulo ao Goldman, ao Goldman !, e apoiar o Alckmin a governador ? E ainda correr o risco de não ser presidente ?, pergunta o sábio.
- É, você talvez tenha razão, pondero. E aí, eu pergunto: ele vai ser candidato em nome de que, com que bandeira, o que ele fez em São Paulo ?
- Ele pode até inventar, diz o sábio. Isso é fácil. A televisão está aí para isso mesmo.
- O problema é o povo acreditar, retruco.
- Não, o problema maior é ele ter respaldo político. Ele não tem respaldo em canto nenhum.
- Então, se é assim, o Lula vai levar fácil, concluo.
- Aí é que é o problema: o Lula não comanda. O Lula manda. Quem vai comandar a campanha da Dilma ?
- E o Ciro ?, pergunto.
- Pois é. Tenho para mim que o Ciro ainda pode ser candidato. E aí o Aécio apóia ele.
- Então, o quadro não está definido.
- Não.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: