Presidenciáveis não sabem negociar

José Dirceu, Blog do Zé

“Os presidenciáveis senadora Marina Silva (PV-AC) e governador de São Paulo, José Serra (PSDB) defenderam em Copenhague que o Brasil contribua com recursos para o fundo internacional a ser formado para ajudar os países mais pobres a enfrentar o aquecimento global. Chefe da delegação brasileira na COP 15, a ministra Dilma Rousseff discordou dos dois.

Marina propôs que o Brasil contribua com pelo menos R$ 1 bi para o Fundo. Serra considera a cifra possível e diz que a contribuição teria um "valor simbólico" para pressionar os países ricos. Dilma respondeu: "complicado que a gente só faça gesto. O que a gente tem de fazer são medidas reais, concretas, comprometidas. Temos de ter cuidado, senão vamos cair em propostas fáceis e puramente mercadológicas. Aqui estamos tratando de coisas sérias, da proteção do meio ambiente". A ministra também lembrou que a obrigação de financiar ações de adaptação a mudanças climáticas é dos países ricos e por isso o Brasil não vai aplicar dinheiro no fundo.

Serra e Marina ainda precisam aprender a negociar. Essa não é uma questão qualquer, mas diz respeito a como negociar e em que posição, de quem é a iniciativa e a liderança, sobre quais propostas. Se os países ricos estivessem assumindo compromissos com metas de verdade e com R$ 200 bilhões, por exemplo, para financiar os emergentes e em desenvolvimento, o Brasil, aí sim, poderia assumir metas e dar uma contribuição.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: