Em MG, Dilma elogia Aécio e rebate críticas ao PAC

Fausto Macedo, Agencia Estado

“Em sua primeira agenda em território mineiro e tucano no ano em que pode sair candidata à sucessão do presidente Lula, a ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff fez promessas, defendeu o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e elogiou o governador Aécio Neves (PSDB) diante da plateia de 3 mil pessoas no Vale do Jequitinhonha.

Ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que a acompanhava e a deixou à vontade, ela atendeu ao apelo que havia sido feito minutos antes pelo prefeito Marlio Geraldo Costa (PDT), de Jenipapo de Minas, município de 7 mil habitantes, e prometeu imediata liberação de verbas federais para asfaltar dois trechos da BR-367, rodovia que corta parte de Minas e vai até a Bahia.

Mesmo com a ausência de Aécio, a ministra e o presidente citaram seu nome várias vezes, o elogiaram e lhe desejaram um governo cheio de realizações, sucesso e "com muitas obras inauguradas".

Lula contou ter recebido segunda-feira carta de Aécio. Nela, o governador justificava sua ausência no evento por causa de compromisso "em outro lugar".

Na festa de inauguração da barragem do rio Setúbal, empreendimento que custou R$ 204 milhões aos cofres públicos, Dilma se soltou, agradeceu a "recepção calorosa", assumiu com a voz embargada sua origem mineira e partiu para o confronto com a oposição, a quem acusou de planejar o fim do PAC. "Muitas pessoas tem dito nos últimos dias, aliás o próprio presidente do partido de oposição disse que acabaria com o PAC porque o PAC não existe e ele acabaria com essa história do PAC", disse a ministra.”
Foto: Sérgio Neves, AE
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: