Lula volta à estrada, com Dilma!

Em evento no Rio, ele alfineta tucanos, fala da saúde e até solta palavrão

O Estado de São Paulo

Na primeira viagem de trabalho depois da crise de hipertensão que teve na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva enfrentou um calor de 40 graus em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, mas manteve o bom humor e avisou aos adversários que não vai parar de viajar. "Quem esperava que eu fosse ficar em Brasília pode tirar o cavalo da chuva. Vamos inaugurar tantas obras que tem gente que vai ficar doida. Pena que a Dilma não vai poder ir comigo, mas nós vamos, porque este país não pode mais parar", afirmou ele, em discurso na inauguração de um gasoduto da Petrobrás.

Pouco antes, a ministra Dilma Rousseff havia dito, em resposta indireta ao governador José Serra, que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) "não é lançamento de pedra fundamental, como muitos dizem, ou inauguração de placa". O provável candidato do PSDB à Presidência criticou quem "inaugura pedra fundamental de escola técnica".

O presidente estava à vontade, diante da plateia de operários que trabalharam na construção do gasoduto, e chegou a soltar um palavrão. Ao comentar que, em caso de uma crise energética, a prioridade do gás deve ser gerar energia elétrica para as residências e deixar de lado outras funções, como a de fazer funcionar piscinas, Lula afirmou: "Se tiver que utilizar em coisa mais nobre, toma banho de água gelada, porra." Os trabalhadores riram. Na transcrição oficial do discurso, divulgada no site do Palácio do Planalto, optou-se pela expressão "pô".
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: