Um convite à comparação

José Dirceu, Blog do Noblat / O Globo

Se quiserem comparar, vamos comparar. Número por número, casa por casa, obra por obra, escola por escola, emprego por emprego.

A frase acima é da ministra Dilma Rousseff. Foi dita em Governador Valadares (MG), no lançamento de ações vinculadas ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), ao Bolsa Família e ao "Minha Casa, Minha Vida".

Mais do que uma resposta ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que tentou defender seu governo no artigo intitulado "Sem medo do passado", a frase é um convite à comparação do que é o Governo Lula e do foram os anos FHC.

Em 2010, esse é um exercício que todos os brasileiros teremos que fazer: comparar os dois governos. Tentar lembrar, por exemplo, o que fez FHC diante das ações do Governo Lula na Educação: 596 mil bolsas do Pró-Uni, 12 novas universidades, 79 escolas técnicas, Enem, SiSU e piso salarial de R$ 950 para os professores.

Pensando no melhor para o futuro do país, precisamos contrapor as duas formas de governar em todas as áreas: Economia, Infraestrutura, Saúde, Saneamento Básico, Planejamento, Comércio Exterior, Relações Internacionais, investimento nas cidades e nos Estados, melhoria do sistema judicial, fortalecimento dos bancos e empresas públicas, incentivos culturais, ampliação do salário mínimo e aumento do poder de compra, enfim, promover comparações profundas e extensas dos dois governos.

A razão dos melhores resultados colhidos no Governo Lula está nas diferentes visões de que o importante para o Brasil.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: