Dilma Roussef poderá acompanhar Lula até junho

Diário OnLine / Diário do ABC

“O advogado-geral da União, ministro Luis Inácio Lucena Adams, afirmou nesta terça-feira que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, poderá acompanhar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre 3 de abril - quando ela deve abandonar o cargo para se candidatar às eleições - e o início de junho, ocasião em que sua pré-candidatura à Presidência será provavelmente formalizada.

A informação foi dada hoje, durante a inauguração de uma cartilha da AGU (Advocacia-Geral da União) com recomendações para os agentes públicos durante o período eleitoral.

Segundo Adams, Lula poderá participar de eventos de campanha, desde que o partido pague as despesas. O presidente também está autorizado a subir no palanque de candidatos, contanto que isso ocorra em seus momentos de folga.

A cartilha proíbe ainda o uso de bens públicos, móveis ou imóveis, em benefício do candidato, partido ou coligação.

No caso dos Recursos Humanos, servidores ou empregados não podem ser cedidos para candidatos, partidos ou coligações. Revisar a remuneração de servidores públicos também é proibido a partir do próximo dia 6 de abril até antes da posse dos eleitos. Também não é permitido aos agentes públicos expor publicamente divergências com outras autoridades, entre outras recomendações.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: