Pré-candidata Dilma Rousseff vai ao ABC no feriado de 1° de maio

Diário do ABC

"A pré-candidata à Presidência da República Dilma Rousseff vai pegar mais uma carona política no ABC. Desta vez a representante do Partido dos Trabalhadores dará um ar de sua graça no evento de 1° de maio em São Bernardo do Campo organizado por Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e outras entidades vinculadas à CUT.

Este ano o tema do evento é "Solidariedade e o Trabalho Decente" e será realizado no sábado (1°), a partir das 11h, no Paço Municipal de São Bernardo. Naquele local haverá coleta de donativos (itens de higiene pessoal, roupas, calçados, cobertores) que serão enviados às vítimas das chuvas do Rio de Janeiro, em convênio com o Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói.

Política

O ato político está previsto somente para as 18h, com presença do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho; do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Arthur Henrique; do presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, Carlos Alberto Grana, e de outros políticos do PT, como o senador Aloizio Mercadante.

“São Bernardo do Campo é cidade marcadamente petista, uma vez que o presidente Lula construiu toda a sua trajetória (sindical e política) por ali, além de adotá-la como residência.

O 1° de Maio no ABC também terá muita música. Haverá mais de 10 horas de show de artistas populares, entre os quais estão anunciados os cantores Leonardo, Luan Santana, Inimigos do HP, Chitãozinho e Xororó, Cesar Menotti e Fabiano, e Zé Geraldo, entre outros, cuja presença ainda está por ser confirmada.

Trabalho

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), trabalho decente é condição fundamental para a superação da pobreza, a redução das desigualdades sociais, a garantia de governabilidade democrática e o desenvolvimento sustentável de um país.

"O conceito de trabalho decente se apoia em quatro pilares estratégicos: os direitos e princípios fundamentais do trabalho, a promoção do emprego de qualidade, a extensão da proteção social e o diálogo social", explica o Sindicato dos Metalúrgicos, em nota.

De acordo com a entidade, é possível e necessário formular políticas para estimular a criação de mais e melhores empregos; reduzir a informalidade, combater o trabalho infantil, o trabalho escravo e todas as formas de discriminação no emprego, promover o emprego juvenil, ampliar e melhorar a cobertura da proteção social, impulsionar a educação e a capacitação para o trabalho, reforçar a produtividade e a competitividade das empresas e fortalecer os direitos trabalhistas.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: