Dilma: "integrei e coordenei programas de governo.Quem representa melhor a continuidade somos nós”

Brasília Confidencial

“A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, esteve hoje, 10/05, no Rio de Janeiro para participar do seminário Brazil Infrastructure Summit, realizado com a presença do ministro da fazenda Guido Mantega e do governador do estado, Sérgio Cabral. Antes de seguir para um almoço com a Associação dos Prefeitos do Estado do RJ, respondeu às críticas feitas por seu concorrente tucano José Serra sobre a atuação do Banco Central. Para Dilma, o BC “tem um perfil de cuidado e de cautela”, o que justificaria suas ações. Segundo ela, o enfrentamento à época da crise financeira mundial foi correto no sentido de manter o crédito no Brasil e o financiamento às exportações.

Pela manhã, em entrevista à rádio CBN, Serra afirmou que o governo não “aproveitou o momento de baixa demanda para reduzir ainda mais os juros”. É que em janeiro de 2009, o BC começou a reduzir a taxa básica de juro por cinco vezes seguidas até alcançar 8,75% ao ano em julho deste ano. Mantido nesse nível desde àquele período, agora, em abril, ele voltou a subir.

Dilma também rebateu a acusação de Serra de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria fazendo terrorismo eleitoral ao defender a continuidade do atual governo pela eleição de sua candidata. “A continuidade do governo do presidente Lula e do projeto nós defendemos até por razões óbvias. Eu integrei o governo, coordenei os programas de governo, participei de cada uma das etapas. Todos os grandes projetos eu participei diretamente. Não tem terrorismo nenhum em nós acharmos que quem representa melhor a continuidade somos nós”, observou.

A pré-candidata do PT também participou de um almoço com prefeitos do estado. Para uma platéia lotada, Dilma disse que apesar de nunca ter disputado uma eleição, ainda assim tem longa trajetória de defender o Brasil. “Comecei minha vida com os prefeitos, como secretária da Fazenda de Porto Alegre. Conheço os dramas e as tragédias que a falta de recursos e de ajuda podem gerar. Participei da luta dos municípios na época mais difícil, em 1985, quando a gente não tinha dinheiro para nada”, destacou. Segundo cálculos da direção do PT, 87 prefeituras (dos 92 municípios) prestigiaram Dilma, ao lado do presidente regional do PMDB e presidente da Assembléia Legislativa do RJ, Jorge Picciani, do pré-candidato ao Senado pelo PT, Lindberg Farias e do governador Sérgio Cabral.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: