Dilma diz que Brasil só se desenvolverá se erradicar pobreza extrema

Daniel Mello, Agência Brasil

“A pré-candidata à Presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff, disse hoje (1º) que o Brasil só deixará de ser uma nação emergente para ser um país desenvolvido quando erradicar a pobreza extrema. Na avaliação de Dilma, esse olhar sobre a questão da pobreza será o grande diferencial entre os candidatos.

“Acho que é esse o diferencial entre os candidatos, nós temos por objetivo saber que o Brasil só vai ser desenvolvido, não porque o PIB aumentou um ponto percentual, o Brasil vai ser desenvolvido se nós formos capazes de erradicar a pobreza extrema”, disse ao discursar no Movimento Pluri-Partidário de Prefeitos Pró-Dilma Rousseff. O encontro reuniu prefeitos paulistas não só dos partidos que apoiam oficialmente a candidata do PT, mas, também, de siglas coligadas com outros candidatos.

Segundo a candidata petista, a ascensão social das camadas mais pobres da população é uma forma de impulsionar a economia. Ela lembrou que durante a crise financeira internacional o país se apoiou justamente no mercado interno. “Esse país crescerá cada vez mais quanto mais brasileiros entrarem de forma integral no mercado de trabalho e consumo”, ressaltou.

Dilma Rousseff afirmou que esse modelo de desenvolvimento que considera a questão social como ponto central foi implantado durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Construímos os alicerces para deixarmos de ser um país emergente e sermos um país desenvolvido”.

A educação foi apontada pela petista como a maneira de possibilitar que as pessoas mais pobres sejam capazes de alcançar uma condição de vida mais confortável. De acordo com Dilma, é fundamental que exista educação de qualidade desde o início da vida escolar. “O que não está certo é que as brasileirinhas e os brasileirinhos iniciem a sua vida pautados por um diferença de oportunidade”, afirmou.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: