Padilha diz que Lula quer ministros na campanha de Dilma


Luciana Cobucci, Portal Terra

“Dezoito ministros e 38 senadores se reuniram nesta terça-feira (3), na casa do senador Gim Argello (PTB-DF), em Brasília, e oficializaram a disposição em apoiar a candidatura à presidência da petista Dilma Rousseff e dos demais candidatos que formam a base de apoio da coligação "Para o Brasil seguir mudando". De acordo com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, os ministros foram orientados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a manterem o foco no trabalho frente suas pastas e, ao mesmo tempo, se dedicarem à campanha de Dilma aos finais de semana, incluindo possíveis viagens para inauguração de obras.

"A forma de participação dos ministros não foi discutida. Mas a melhor a forma de mostrar o apoio é defendendo as ações do governo Lula", disse Padilha.

O candidato a vice-presidente na chapa de Dilma, Michel Temer (PMDB), que também participou do almoço, afirmou que o "apoio tem que partir de Brasília para os Estados". Segundo ele, é por isso que os ministros e senadores "devem participar ativamente da campanha".

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou sua presença nas campanhas que devem ocupar os finais de semana. "Dependendo da minha disponibilidade e do meu interesse, eu vou participar. A questão é mostrar o que fizemos", disse quando perguntado sobre os feitos do adversário José Serra (PSDB), quando esse ocupou seu cargo no governo Fernando Henrique Cardoso.

Já a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, não se comprometeu com as visitas de campanha. "O meu trabalho como ministra é não deixar o ritmo de trabalho cair. No fim de semana, cada um trabalha conforme a disponibilidade", disse. "A campanha está indo bem e a minha presença é desnecessária", completou.”
Foto: Divulgação / Comício em Curitiba
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: