Com lideranças religiosas, Dilma quer conter boataria

Coordenação de campanha acredita que boatos seriam uma ofensiva para forçar um eventual segundo turno

Andréia Sadi, iG

Para conter uma onda de boataria na rede, a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, se reuniu nesta quarta-feira (29), em Brasília, com 27 lideranças religiosas. No encontro, a petista reafirmou ser contra o aborto e repudiou o boato que se espalhou na internet nesta etapa final de campanha que credita à Dilma a afirmação de que nem Jesus Cristo tiraria a eleição da candidata.




"Quero repudiar a afirmação que colocam na minha boca de que eu disse em algum momento que ganharia as eleições. É uma campanha difamatória (..) Isso é uma falsidade, tentativa de sair do submundo da política e denegrir uma pessoa . Eu sou cristã e jamais utilizaria o nome de Cristo em vão", justificou Dilma.

A petista voltou a dizer que é “pessoalmente contra o aborto” e que não convocará um plebiscito para alterar a lei mesmo se o PT defender mudanças no sentido da legalização. "Não se trata de desautorizar (o partido). Eu não concordo. Como presidente, não tomarei esta posição", afirmou.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Josiel disse...

Falaram que ela disse mas em nenhum momento provaram. Calúnias que todos sabem de onde veio.