Dilma Rousseff sobre saída de Erenice: 'Ela tomou a atitude mais correta'

Leonardo Guedes, SRDZ

“No primeiro pronunciamento público após a saída de Erenice Guerra do Ministério da Casa Civil, a candidata presidencial do PT, Dilma Rousseff, afirmou que sua sucessora tomou "a atitude mais correta" frente às denúncias de tráfico de influência envolvendo o filho da agora ex-ministra. A petista fez a afirmação durante a tarde desta quinta-feira, em entrevista coletiva após almoço com representantes do setor de comércio, na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), no Centro do Rio de Janeiro.

"Eu considero que ela tomou a atitude mais correta, porque é uma denúncia que exige investigação, e por isso demanda a saída para melhor apuração possível", declarou Dilma.

Ao ser questionada sobre a citação de seu nome na nova denúncia surgida, da cobrança de comissão feita por Israel Guerra para a obtenção de empréstimo no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a candidata destacou que não há provas: "Aonde está a prova de que estou envolvida neste caso? Tomei conhecimento pelos jornais".

"Esse projeto (de energia solar proposto pela empresa denunciante, a ERDB) seria o mais caro do Brasil. Se o BNDES o recusou, fez muito bem. Pra mim, essa história parece mais aquela da compra e venda de terreno na Lua", completou.

Líder absoluta nas últimas pesquisas de intenção de voto para a Presidência, ela afirmou ainda que não teme uma repercussão negativa entre o eleitorado: "Não acredito que uma coisa tenha a ver com a outra".

Dilma Rousseff participou do encontro acompanhada do governador e candidato à reeleição Sérgio Cabral (PMDB) e dos candidatos ao Senado apoiados pela coligação Lindberg Farias (PT), Jorge Picciani (PRB) e Marcelo Crivella (PRB).”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: