Em tom de despedida, Lula fala do futuro e de Dilma como presidente


Do R7

“Faltando um dia para a eleição, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tratou a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, como se já estivesse eleita. Depois de uma carreata por São Bernardo, no Grande ABC, ele falou da “festa de posse” da petista e sobre a “incógnita” que será sua vida depois de entregar a faixa presidencial no dia 1º de janeiro.

Lula concedeu uma entrevista coletiva logo que desceu de um jipe sobre o qual circulou ao lado de Dilma por cerca de uma hora e vinte minutos a partir do Sindicato dos Metalúrgicos, seu berço político. Ele começou falando sobre a relação de Dilma com o futuro Congresso Nacional:

- A Dilma eleita presidente, ela terá um Congresso muito mais aliado do que eu tive, sobretudo no Senado, onde a expectativa de votação é muito grande em pessoas que apoiam essa presidente [...] Vamos ter uma boa bancada no Congresso Nacional.


Depois de dizer que está “convencido de que a Dilma pode ganhar no primeiro turno”, o presidente esbanjou confiança ao mencionar a “festa da posse” assim que foi questionado sobre seu destino a partir de 2011.

- Dia 1º de janeiro será um problema. Primeiro será a festa de posse da Dilma e, espero, posse do [petista] Aloizio Mercadante [ao governo de São Paulo]. Para mim, será uma incógnita porque eu não sei o que vai acontecer comigo a partir do dia 2.

Lula admitiu que, por Dilma, viajou mais nestas eleições do que em sua própria campanha, em 2006.

- Foi uma campanha boa. Eu viajei mais do que na minha campanha de 2006 porque eu estava convencido de que o legado que a gente deveria deixar para o Brasil era eleger gente para continuar governando.

Apesar de desconversar sobre a vida de ex-presidente, ele acabou deixando pistas sobre seu futuro ao comentar a necessidade de fazer reformas no Brasil no próximo mandato.

- A reforma política tem de ser discutida dentro dos partidos primeiro. Eu quero fazer isso dentro do PT para depois a gente convencer os outros partidos de que a reforma política é condição básica para todas as outras reformas que a gente tem de fazer no Brasil.”
Fotos:Reprodução
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: