Polícia Federal apreende panfletos caluniosos contra Dilma em gráfica de São Paulo

Apreensão foi feita a pedido do TSE, informou assessoria da PF. Folhetos ligam presidenciável do PT à defesa da legalização do aborto.

Do G1

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Federal, a busca e a apreensão foram feitas a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Agora, a PF encaminhará ao TSE um relatório referente ao caso.

Paulo Ogawa, pai de Alexandre Takeshi Ogawa, proprietário da Editora e Gráfica Pana, disse ao G1 que os agentes da Polícia Federal chegaram na gráfica por volta das 6h deste domingo e deixaram o local por volta das 15h. Ogawa disse que foram apreendidos somente os panfletos impressos, segundo ele, sob encomenda da Diocese de Guarulhos.

“Eles (PF) vieram com um mandado de apreensão para aquele material especifico da Diocese de Guarulhos. Eu prestei depoimento, mas no nosso caso está tudo tranqüilo. Foi uma encomenda feita pela Diocese de Guarulhos, tem carta deles, tem uma carta do Dom Luiz Gonzaga, então é de total responsabilidade deles”, afirmou Paulo Ogawa.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

eliane disse...

Estamos vivendo um período de retrocesso com a interferência escancarada das religiões na política. É um absurdo que os superiores dessas religiões permitam e pratiquem esse tipo de ingerência. É preciso providências enérgicas pois uma coisa é democracia outra coisa é "tráfico de influência" dentro dessas instituições que devem manter-se na neutralidade. Usar religião para manipular/influenciar fiéis acerca de suas opções eleitorais é crime sim, e como tal deve ser punido.