Dilma e Cristina devem fechar parceria nuclear

Monitor Mercantil

“A presidente Dilma Rousseff quer que a primeira viagem dela ao exterior, neste domingo, para a Argentina, seja marcada por uma agenda ampla e complexa de trabalho. Um dos principais compromissos da visita a Buenos Aires será o incremento da parceria entre Brasil e Argentina na área de energia nuclear.

As presidentes do Brasil e da Argentina (Cristina Kirchner) devem formalizar a parceria para construção de dois reatores nucleares de pesquisa. A idéia é que cada país construa o próprio reator a partir de projetos comuns.

O subsecretário-geral do Departamento da América do Sul, Central e do Caribe do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Antonio Simões, afirmou que Argentina e Brasil têm propósitos comuns de programas de desenvolvimento nuclear. Ele afirmou que há ainda um período para aprofundar as discussões sobre a parceria. "O projeto como um todo deve levar cerca de cinco anos para ser concluído", afirmou o embaixador.

"Tudo o que se refere à instalação de energia nuclear, tanto no Brasil como na Argentina, está sujeito a uma legislação internacional", acrescentou ele.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: