Dilma pede que Banco Mundial acelere empréstimo ao Rio de Janeiro

Mariana Jungmann, Agência Brasil

“O Banco Mundial (Bird) está acelerando o processo de liberação de um empréstimo de R$ 800 milhões para o governo do estado do Rio de Janeiro. O objetivo é que até abril, cerca de R$ 400 milhões estejam disponíveis para serem aplicados preferencialmente na região serrana do estado, onde chuvas e deslisamentos de terra mataram pelo menos 700 pessoas.

Na tarde de hoje, o vice-presidente do Bird, Otaviano Canuto, o diretor do banco para o Brasil, Makhtar Diop, e o chefe da casa civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, reuniram-se com a presidenta Dilma Rousseff para tratar do assunto.

Dilma pediu que a análise do empréstimo, que já estava em andamento antes dos desastres, seja feita de forma rápida pelo banco e se comprometeu a fazer o mesmo no que compete ao governo federal.

“Se o presidente do Banco Mundial aprovar o empréstimo, que é o que eu acho que vai acontecer, a partir de abril o Rio poderá receber os primeiros US$ 200 milhões”, explicou Diop. Segundo ele, a expectativa é que o restante do dinheiro seja liberado até outubro ou novembro deste ano.

O valor deverá ser aplicado preferencialmente na remoção de famílias de áreas de extremo risco e na construção de novas unidades habitacionais. A aplicação dos recursos em outras áreas, como a compra de radares e a criação de um sistema de alerta de chuvas também podem entrar no plano se forem considerados prioritários pelo governo.

Além da ajuda financeira, a instituição internacional deverá também atuar colaborando na formação de profissionais que possam atuar nessas situações no Brasil. “Uma ideia é que o banco traga peritos e pessoas experientes, que já atuaram em catástrofes naturais em outros países, para ajudar. A presidenta quer capacitar o país para responder mais rapidamente a essas situações”, explicou Canuto após a reunião.

O Bird e o governo brasileiro têm projetos de ação a médio e longo prazo em estados que têm sofrido com desastres naturais, como enchentes e inundações. Segundo Diop, o Ministério da Integração Nacional deverá entregar ao banco, até a próxima semana, um plano detalhado para Minas Gerais e o próprio Rio de Janeiro.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: