Os desafios de Dilma

Michael Reid, The Economist / Adital

“A primeira tarefa que Dilma Rousseff enfrenta como presidente do Brasil é ao mesmo tempo simples e complicada: deixar claro que é ela quem está à frente e não Luis Inácio Lula da Silva, seu predecessor e mentor político. Porque Dilma deve o posto à audaz decisão de Lula de converter em candidata à sua pouco conhecida chefe de gabinete, a quem assegurou as eleições graças à sua popularidade e à sua infatigável campanha. Essa dívida fica de manifesto na composição de seu novo gabinete: 16 de seus 37 ministros serviram nos governos de Lula. De forma que Dilma está oferecendo continuidade, que, de fato, é pelo que votaram os brasileiros.

A nova presidente comprometeu-se em, durante os próximos quatro anos, eliminar a extrema pobreza que ainda atinge a 9% dos brasileiros. Também aposta em melhorar a qualidade da atenção sanitária e da educação. Deve garantir um investimento urgente em aeroportos e outras infraestruturas de transporte ante a Copa do Mundo em 2014. E terá que corrigir distorções geradas pelo incipiente boom petroleiro do Brasil. A distorção mais urgente a ser corrigida é a força do real, que desatou os temores a uma desindustrialização.”
Tradução: Adital
Artigo Completo, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: