Dilma defenderá regras estáveis em discurso de abertura da 54ª Legislatura

Gerson Camarotti e Carolina Brigido, Extra

“Com a base rebelada, no discurso que fará nesta terça-feira na solenidade de abertura da 54ª Legislatura no Congresso Nacional, a presidente Dilma Rousseff vai defender a necessidade de regras estáveis como principal argumento para que seja aprovado um salário mínimo de R$ 545. Dilma defenderá a regra estabelecida no acordo fechado no governo Lula com as centrais sindicais, que garante ao longo dos anos um ganho real para o mínimo. Os insatisfeitos ameaçam impor a primeira derrota do governo Dilma na votação do salário mínimo. Nesta terça-feira, ela também discursa na reabertura do ano Judiciário, em solenidade no Supremo Tribunal Federal (STF).

Para tentar acalmar a base, no lugar do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, Dilma quebrará o protocolo e levará pessoalmente ao Congresso a mensagem com as principais diretrizes do Executivo para 2011. A decisão de abordar em seu discurso o salário mínimo sinaliza que Dilma decidiu mudar de estratégia e passará a negociar diretamente com o Congresso a medida provisória que estabelece o novo valor depois que as centrais sindicais reagiram à proposta do governo.

Compromisso de evitar a “praga” da inflação

Oficialmente, o Palácio do Planalto vai manter o diálogo com os sindicalistas, que pedem um mínimo de R$ 580. Mas Dilma decidiu ganhar essa batalha no Legislativo e na opinião pública ao defender de seu ponto de vista no discurso no Congresso, explicou um assessor direto da presidente.

Na fala aos parlamentares, Dilma fará um gesto de conciliação ao dizer que governará de mãos estendidas para todos e trabalhará em parceria com o Congresso. Ela ainda vai ressaltar que o Executivo e o Legislativo estarão juntos. Será um recado de que quer pacificar a relação com a oposição, mas principalmente com os aliados. Isso por causa do clima de insatisfação da base governista com o loteamento de cargos no segundo escalão.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: