Projetos vão transformar Uberaba no maior polo de fertilizantes do país

Maria das Graças Salvador, Jornal de Uberaba

"Assinado ontem, pela presidente da República, Dilma Rousseff, com a presença do governador de Minas Gerais, Antonio Augusto Anastasia, do prefeito de Uberaba, Anderson Adauto, protocolo de intenções para a implantação do gasoduto que ligará o duto de São Carlos a Uberaba, e da implantação da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN V), onde será produzida amônia, matéria-prima para a produção de fertilizantes. O governo do Estado investirá R$ 750 milhões, com recursos da Cemig/Gasmig, enquanto a Petrobras investirá US$ 1,3 bilhão na planta de amônia. A previsão é que as obras sejam concluídas no final de 2014, gerando 5 mil empregos nesta fase. Durante a operação deve gerar 270 empregos diretos e 800 indiretos. A licença ambiental para o projeto está prevista para sair em outubro deste ano.
Falando de improviso, por cerca de 35 minutos, a presidente Dilma Rousseff começou enaltecendo o papel da mulher, lembrou ser mineira, e de sua origem uberabense: "De certa forma Uberaba é minha terra de origem porque foi aqui que meu pai e minha mãe se conheceram e onde saiu o lampejo e o brilho dos olhos dele, no solo de Uberaba".

Municipalização - Destacou que existe uma série de projetos de seu governo que só pode ser viabilizada com a parceria das prefeituras, por reconhecer que os prefeitos têm "proximidade com os problemas de suas comunidades e vivem dramas e conhecem as suas carências. Podem ter certeza, meu governo será um governo municipalista".

Elogios - Em sua primeira visita oficial a Minas Gerais, Dilma não economizou elogios a Anastasia, chegando a chamá-lo de "meu querido governador de Minas e excelente parceiro". O elogio foi retribuído por Anastasia, lembrando que seu "cumprimento é de agradecimento e de boas-vindas a seu Estado natal, que a recebe de maneira cordial. Tenho convicção que as parcerias serão inúmeras. O nível de maturidade política permite condições ideais ao desenvolvimento e progresso. Agradeço em nome dos mineiros". O prefeito também recebeu elogios da presidente, que também os retribuiu e agradeceu "pela seriedade dos primeiros dias de seu governo, que gera confiança. Agradeço o apoio e a solidariedade para com o Triângulo", diz Adauto.

Autossuficiência - A presidente lembrou que estudo apontou que o país estava perdendo competitividade e destacou a importância que os fertilizantes tinham na produção de alimentos na agricultura de grande escala e na familiar. Por isso resolveram [ela e o ex-presidente Lula] implantar novas unidades para fabricar fertilizantes e acabar com a dependência brasileira de outros países e, mais que isso, reverter o quadro e passar a ser exportador, a exemplo do que aconteceu em relação ao petróleo. "O Brasil passou a ser grande exportador de petróleo e queremos ser autossuficientes em fertilizantes. Não justifica, pela nossa capacidade de produzir alimentos, importar 60 % de amônia."
Dilma lembrou que o Brasil possui uma das maiores reservas de potássio, na Amazônia, outro insumo básico para a produção de fertilizantes e que pretende explorar esta jazida, para solucionar questões como a produção de alimentos, a garantia de controle dos novos recursos energéticos, garantido a matriz renovável e garantindo a formação dos brasileiros.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: