Lula: Dilma deve ser julgada por 4 anos de governo, não 100 dias

Ligia Hougland, Portal Terra

“O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira, em Washington, que aconselhou a presidente Dilma Rousseff a não se preocupar com o que ela teria atingido nos primeiros 100 dias do seu governo. "Em 100 dias a gente está aprendendo os corredores, as cadeiras e a abrir as gavetas", afirmou Lula.

De acordo com o ex-presidente, quando Luiza Erundina foi eleita para a prefeitura de São Paulo, em 1988, ela assumiu um compromisso de metas para 100 dias - o que resultou em "desastre". Lula disse que o compromisso de Dilma com o povo brasileiro é de quatro anos, e que ela somente deve ser julgada em 2014. "Ela Dilma Rousseff fará um governo de sucesso extraordinário, e as mulheres vão ficar muito orgulhosas de uma mulher competente ser presidente", disse.

A presidente Dilma Rousseff completará 100 dias de governo no fim de semana. Em pouco mais de três meses, seu governo foi marcado por uma gestão firme, criticada por alguns integrantes da oposição como antidemocrático. O deputado federal Sérgio Guerra (PE), presidente nacional do PSDB, principal partido de oposição, criticou o que chama de "rolo compressor" do governo Dilma sobre o Congresso Nacional no sábado, em um encontro de governadores do partido.

O primeiro teste de Dilma foi a aprovação do novo salário mínimo na Câmara e no Senado, em fevereiro. A base governista conseguiu, com apoio integral dos parlamentares peemedebistas, a aprovação do menor aumento possível corrigido pela inflação, de R$ 545. Outro ponto polêmico foi o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento anual, que afetou todos os ministérios. Ainda foi destaque a mudança nas relações com o Irã - o País passou a condenar publicamente os supostos atentados contra os direitos humanos cometidos por Mahmoud Ahmadinejad, e sinalizou adotar uma política externa mais rígida.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: