Dilma: burocracia prejudica agricultor familiar

Correio do Brasil / Congresso em Foco

“Em seu programa semanal de rádio, a presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (23) que o governo está trabalhando para reduzir as barreiras que impedem a venda de produtos da agricultura familiar em outros estados. Dilma reconheceu que o Sistema Único de Atenção à Sanidade Animal (Suasa) não está funcionando adequadamente por falta de regulamentação.

A presidenta disse que deu prazo de 30 dias para que um grupo de trabalho elabore essas normas. “Quando elas forem aprovadas, o Suasa passa a valer”, explicou. Para ela, as restrições impostas para a venda de produtos de um estado para outro atrapalham a vida do pequeno agricultor.

“Isso acontece por causa da preocupação com a segurança e a qualidade do alimento: presunto, queijo, mel, leite e geleias, por exemplo, de um estado, muitas vezes, não podem ser vendidos no outro estado. E tudo isso acontece porque a fiscalização é feita separadamente pelo estado, pelo município e também pelo governo federal. Tem muita burocracia”, afirmou.

Ainda no Café com a Presidenta, Dilma destacou o anúncio do Plano Safra da Agricultura Familiar 2010/2011, que prevê a liberação de R$ 16 bilhões, redução de juros anuais para empréstimos a pequenos produtores. “O agricultor que pedir crédito para construir instalações melhores ou para comprar máquinas vai pagar uma taxa de 0,5% ou, no máximo, de 2%.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: