Dilma destaca pagamento e 'nova moradia' do Minha Casa, Minha Vida


Mudança de projeto traz aquecimento solar às residências, o que barateia conta de luz

Do R7

A presidente Dilma Rousseff explicou o funcionamento da segunda etapa do Minha Casa, Minha Vida durante o “Café com a Presidenta” - programa oficial de rádio do Planalto. Dilma destacou a facilidade de pagamento da casa própria para a baixa renda e enfatizou o uso de energia solar, o que vai reduzir o valor da conta de luz para as famílias encaixadas no programa habitacional do governo.

Segundo a presidente, ter a casa própria é um “sonho do brasileiro”, já que “todas as famílias querem ter uma casa [...], onde possam criar seus filhos, receber seus parentes, desenvolver seus laços afetivos com amigos, ter abrigo e ter segurança”.

Por isso, o foco do programa são as famílias com renda mensal de até R$ 1.600, que terão um subsídio do governo para adquirir a moradia, segundo Dilma.

- O governo vai pagar uma parte da compra para essas famílias. Elas só pagarão, essas famílias que ganham até R$ 1.600, 10% da sua renda durante dez anos. Para aqueles que ganham de R$ 1.600 a R$ 3.100 vai ter juros menores e também uma parte o governo vai pagar. Isto significa que até R$ 23 mil, da casa, o governo pagará.

A presidente deu o exemplo de uma casa cuja renda mensal é exatamente R$ 1.600 por mês.

- Vamos supor uma família que tem renda de R$ 1.600. A prestação vai ser de, no máximo, R$ 160 por mês. Prestações fixas não vão aumentar, durante dez anos. No programa Minha Casa Minha Vida, as famílias mais pobres pagam apenas uma parte da moradia – aquela parte que elas têm condições de pagar. A outra parte o governo completa.”
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: