Governo investe R$ 3,1 bi em bolsas para alunos no exterior

Claudia Andrade, Portal Terra

“A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira, durante o lançamento do programa "Ciência sem Fronteiras", que o Brasil precisa aumentar o número de engenheiros no País e não apenas para trabalhar nas tesourarias de grandes bancos, mas também para a pesquisa científica. O orçamento do governo para o programa ultrapassa R$ 3,1 bilhões. As bolsas incluirão passagem aérea, auxílio instalação, auxílio mensal, seguro saúde e, em alguns casos, as taxas da universidade estrangeira.

"O foco do programa está na área de exatas. Isso não significa a diminuição da importância da formação humana em uma sociedade. Significa que o Brasil tem que se reequilibrar e formar pessoas da área de exatas para poder criar", disse a presidente.

O programa pretende conceder 75 mil bolsas de estudo, em vários níveis, para as áreas de engenharia, tecnologia, matemática, física, química e biologia. Com a participação de empresas, o governo espera poder conceder outras 25 mil bolsas.

"Por qualquer critério que se olha, nós formamos mais pessoas para humanidades que para ciências exatas, principalmente engenharias. Para o Brasil, formar jovens na área de ciências exatas, é fundamental. Precisamos dar uma ênfase especial a uma deficiência que o Brasil precisa reconhecer que tem. Se nós reconhecemos essa deficiência, damos um salto".
Matéria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment