Atual situação econômica exige ousadia e coragem, diz Dilma

Claudia Andrade, Jornal do Brasil

“A presidente da República, Dilma Rousseff, discursou nesta terça-feira, durante ao lançamento do Plano Brasil Maior de política industrial fazendo uma crítica às "ambições regionais ou corporativas" de alguns países e ressaltando que o Brasil precisa de "ousadia" para enfrentar a turbulência internacional. Para a presidente, o Brasil está preparado para enfrentar a crise, mas não pode se declarar "imune" aos seus efeitos.

"Tudo indica que o Congresso americano aprovará hoje um pacote de medidas que amplia a capacidade de endividamento dos Estados Unidos. Isso evitará o pior, mas o mundo viverá um longo período de tensão econômica resultado dramático da insensatez, da incapacidade política e da supremacia de ambições regionais ou corporativas de alguns países sobre as necessidades globais", iniciou a presidente.

"Sabemos que vivemos um período de turbulência em que o excesso de liquidez imposto pelos países ricos em direção aos emergentes resulta em opressivo desequilíbrio cambial. A insensatez pode ter sido evitada, mas a instabilidade produzida lá fora vai continuar".

Para Dilma, o Brasil "tem condições de enfrentar essa crise prolongada, mas não pode se declarar imune aos seus efeitos". "Temos hoje 60% mais reservas do que tínhamos em 2008, quando a primeira fase da crise atingiu o mundo. Fomos, naquela época, o primeiro país a superar aquele período difícil e temos condições de fazê-lo de novo. Mas, assim como em 2008, o momento hoje exige coragem e ousadia. É preciso proteger nossa economia, nossas forças produtivas, nosso mercado consumidor, nosso emprego".

"Aos que pensam que num momento de incerteza internacional como o que vivemos o mais prudente é não agir e esperar a onda passar, eu contra-argumento, amparada na experiência que tivemos no período de 2008 e 2009: é justamente numa situação de tensões no mundo que devemos mostrar, além do indispensável bom senso, uma boa dose de ousadia", destacou.”
Mataria Completa, ::Aqui::
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment