Dilma viaja para a África na próxima semana


Renata Giraldi e Luciana Lima, Agência Brasil

“Em menos de uma semana, a presidenta Dilma Rousseff desembarcará em Durban, na África do Sul. Ela vai participa da 5ª Cúpula do Ibas – que reúne Índia, Brasil e África do Sul. Dilma, que deve desembarcar no país no dia 18, deve ir também a Pretória, a capital política da África do Sul. Na visita, a presidenta destacará o interesse brasileiro em ampliar as parcerias na região.

Há, ainda, a possibilidade de a presidenta estender a viagem para Moçambique e Angola. A ideia é que Dilma visite Maputo, capital moçambicana, e Luanda, a angolana. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse ontem (10) que o governo quer incrementar as relações comerciais e econômicas com os países em desenvolvimento.

Em Moçambique, empresas brasileiras mantêm uma série de investimentos em vários setores, sendo que a exploração de carvão é um dos principais. Porém, o país também é alvo das atenções da China. Para enfrentar a competição com os chineses, o governo brasileiro oferece investimento em território moçambicano usando a mão de obra local.

Para Angola e Moçambique, as exportações brasileiras se concentram em produtos industrializados, carne de frango (congelada, fresca ou refrigerada), açúcar refinado, veículos de carga e chassis com motor e carrocerias para veículos automóveis.

Ao retornar da viagem à África, a presidenta irá se preparar para a Cúpula do G20 (o grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo), em Cannes, na França, nos dias 3 e 4 de novembro. Em pauta, os impactos da crise econômica mundial e o fracasso da Rodada de Doha. Nas reuniões, Dilma deverá lembrar os esforços feitos pelo governo brasileiro para diminuir os efeitos da crise, como ocorreu durante a participação dela nas discussões da União Europeia, na Bélgica.

Assessores da Presidência da República examinam ainda a possibilidade de a presidenta ir à Rússia em novembro, antes das eleições no país. Dilma recebeu um convite do atual presidente russo, Dmitri Medvedev. De dezembro deste ano a março de 2012, os russos estarão em processo eleitoral para a escolha de parlamentares e do futuro presidente da República.

O primeiro-ministro e ex-presidente russo Vladimir Putin é um dos candidatos à Presidência da República. Ele lidera a lista de candidatos do partido Rússia Unida, o maior do país. Putin conta ainda com o apoio integral de Medvedev.

Em dezembro, Dilma quer visitar o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que se recupera de um câncer. Na ocasião estão previstas reuniões da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac). Há, ainda, a possibilidade de ela visitar, antes do final do ano, o Uruguai. A presidenta retornou da Europa – onde foi à Bélgica, Bulgária e Turquia –  no último dia 9.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment