Merkel, Clinton e Roussef continuam a ser as três mais poderosas do mundo


Marisa Soares, Público.pt

“O pódio da lista das mulheres mais poderosas do mundo, elaborada pela Forbes, não tem novidades este ano: tal como em 2011, Angela Merkel leva a medalha de ouro, Hillary Clinton ocupa o segundo lugar e Dilma Roussef fica em terceiro. Mais abaixo na lista das 100 mais poderosas há estreantes, como Jennifer Lopez e Laurene Powell Jobs, viúva do fundador da Apple.

A lista elaborada anualmente pela revista norte-americana inclui mulheres de 28 países (Portugal não está representado) e de diversas áreas, desde a política aos negócios, da tecnologia às organizações não-governamentais, passando pelo mundo do espectáculo.

O ranking é feito com base na influência de cada uma delas, no ordenado que recebem – ou no dinheiro que têm no banco – e na presença mediática. A média de idades das 100 eleitas é de 55 anos. Juntas, têm 90 milhões de seguidores no Twitter, segundo a Forbes.

A chanceler alemã, que liderou a lista no ano passado, repete agora a proeza. A revista sublinha o papel de Angela Merkel na preservação da União Europeia e a influência que tem tido na actual crise da dívida na zona euro.

A secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton ficou em segundo lugar, com a revista a destacar a sua capacidade para lidar com situações crise – como aquela desencadeada pela publicação de documentos delicados sobre a invasão do Iraque pelo site WikiLeaks.

A presidente do Brasil Dilma Rousseff, leva a medalha de prata, pela sua liderança na oitava maior economia do mundo e pelo índice de popularidade que conseguiu no seu país.

“Estas mulheres poderosas exercem influência de muitas maneiras e com muitos fins, e todas têm diferentes impactos na comunidade global”, afirmou a presidente e editora da Forbes Woman, Moira Forbes, citada pela Reuters.

Nos lugares cimeiros está ainda Melinda Gates, co-administradora da Fundação Bill&Melinda Gates e esposa do co-fundador da Microsoft, Bill Gates. Jill Abramson, editora executiva do jornal New York Times, completa o top cinco.

A lista conta também com a presença da cantora Lady Gaga, que com apenas 26 anos ocupa a 14ª posição, à frente da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que ocupa o 16.º lugar, e da rainha Isabel II, em 26.º.

Michelle Obama, que liderou o ranking em 2010, desceu para 7.º lugar, atrás de Sonia Gandhi, presidente do Congresso Nacional da Índia. Christine Lagarde, directora do FMI, ficou em 8.º lugar.

Pela primeira vez na lista da Forbes está a actriz e cantora Jennifer Lopez e a viúva de Steve Jobs, fundador da Apple, Laurence Powell Jobs.”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: