Comércio e investimentos são temas de Dilma na Nigéria


A presidente Dilma Rousseff: Dilma viaja à Nigéria depois de participar da 3ª Cúpula América do Sul-África (ASA) em Malabo (Guiné Equatorial). 

"Nossos membros terão a oportunidade de conhecer os empresários brasileiros", disse o secretário da câmara Nigeriano-Brasileira de Comércio e Indústria, Raymond Die

EFE

Lagos - A visita que a presidente Dilma Rousseff fará neste sábado à Nigéria servirá para incrementar o comércio e os investimentos entre ambos os países, informou à Agência Efe nesta quinta-feira o secretário da câmara Nigeriano-Brasileira de Comércio e Indústria (NBCCI, sigla em inglês), Raymond Die.

"É uma visita muito importante, já que vamos ter um fórum empresarial no sábado em Abuja. Nossos membros terão a oportunidade de conhecer os empresários brasileiros", garantiu Die.

Dilma, cuja chegada à Nigéria está programada para amanhã, responde assim ao convite feito pelo presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, no ano passado durante a Conferência da ONU para o Desenvolvimento e o Meio Ambiente (Rio+20) no Rio de Janeiro.

Na época, Jonathan se mostrou satisfeito diante da possibilidade de o Brasil aumentar o seu apoio e cooperação no desenvolvimento e mecanização da agricultura, e no setor de energia, entre outros.

Dilma viaja acompanhada de um grande número de empresários que vão negociar com os empreendedores nigerianos a possibilidade de um aumento nos investimentos brasileiros na Nigéria e no volume de comércio entre os dois países.

Os pontos de destaque da visita serão a reunião entre a presidente e o líder africano, e o fórum empresarial de Abuja.

"O fórum será como um emparelhamento empresarial. Achamos que dele sairão alguns negócios. Mas, inclusive, se as conversas empresariais não levarem ao fechamento de negócios, pelo menos vamos fazer contatos que podem servir no futuro", afirmou Die.

O secretário-executivo da NBCCI disse que outro setor de interesse para os seus membros é o da aviação, principalmente porque não há voos diretos entre os dois países.

Os números da NBCCI mostram que o comércio entre Nigéria e Brasil em 2011 se situou em US$ 9,6 bilhões, com uma balança claramente favorável ao país africano.

As importações brasileiras da Nigéria somaram US$ 1,2 bilhões, enquanto as exportações para o Brasil - em sua maioria petróleo - foram de US$ 8,4 bilhões.

Segundo a Presidência, a Nigéria é o principal parceiro comercial do Brasil na África Subsaariana, principalmente devido às exportações de petróleo.

Para Die, a visita de Dilma ajudará a equilibrar a balança comercial, algo que a NBCCI tenta conseguir incentivando os empresários nigerianos a se aventurarem em outros negócios além do petróleo.

A NBCCI foi criada em setembro de 2009 para promover os negócios nos setores público e privado entre os dois países, assim como as relações industriais e culturais.

Dilma viaja à Nigéria depois de participar da 3ª Cúpula América do Sul-África (ASA) em Malabo (Guiné Equatorial). “
Foto: REUTERS/Claudio Reye
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: