“Não há oposição entre governo e empresários”


Presidente nega dificuldades de relacionamento com o chamado PIB, os maiores empresários do País; "Há uma proposta de cooperação", disse Dilma Rousseff durante abertura do Congresso da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, em Campinas; no mesmo dia em que jornal Valor Econômico afirma que o ex-presidente Lula estaria inquieto com o distanciamento entre Dilma e o empresariado, presidente garante: "Há vontade política do meu governo de cooperar com todos os empresários, de pequeno, médio e grande portes"


No mesmo dia em que o jornal Valor Econômico, que é metade Globo, metade Folha de S.Paulo, publica uma reportagem apontando que o ex-presidente Lula está cada vez mais inquieto com o distanciamento entre o Palácio do Planalto e o chamado PIB nacional, a presidente Dilma Rousseff fez questão de negar qualquer intriga.

"Não há oposição entre governo e empresários", disse Dilma nesta manhã, durante a abertura do XIV Congresso da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP), em Campinas (SP).

Pelo contrário, disse a presidente, "há uma proposta de cooperação" entre os dois lados. "Há vontade política do meu governo de cooperar com todos os empresários, de pequeno, médio e grande portes", acrescentou. Ontem, Dilma se reuniu com o empresário Abilio Diniz, presidente do Conselho da BRF, um dos nomes que, segundo a imprensa, passou do status de próximo para rompido com o Planalto.

Nesta terça-feira 19, o presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Benjamim Steinbruch, saiu em defesa da política econômica em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo.

Os leilões dos aeroportos de Confins (MG) e Galeão (RJ) prometem a participação de grandes grupos nacionais e internacionais, numa disputa acirrada entre cinco consórcios.

Será mesmo que há tanto descontentamento assim?”
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: