Dilma anuncia a construção de mais 3 milhões de casas populares


'Segundo a presidenta, essa é a meta do programa Minha Casa, Minha Vida, que dá subsídios variados para famílias com renda até R$ 5 mil 

Najla Passos, Carta Maior

A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta quinta (3), em Brasília, a terceira etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida, com meta de distribuir mais 3 milhões de unidades habitacionais. A primeira etapa do programa, criado em 2009, distribuiu 1 milhão e a segunda entregará, até o final deste ano, um total de 2,75 milhões.

“A casa própria, nós sabemos, é um sonho de toda pessoa, de toda família, um sonho nem sempre fácil de ser realizado, é verdade. Foi para fazer desse sonho realidade que nós criamos o Minha Casa, Minha Vida, que se tornou o maior programa habitacional da história do Brasil”, disse a presidenta.

Dilma garantiu que o governo continuará subsidiando as casas para as famílias que ganham até R$ 1,6 mil, como já vem ocorrendo. “No passado, políticos e economistas achavam que era um pecado, um pecado mortal o governo federal tirar dinheiro do Tesouro e colocar de subsídio para aqueles que mais precisavam. Nós não achamos isso, não. Nós achamos que é uma virtude, é uma virtude perceber que quem ganha até R$ 1,6 mil não cobre o preço da sua casa própria”, justificou.

O anúncio foi feito no Residencial Paranoá Parque, no Distrito Federal, em cerimônia simultânea com outras realizadas em mais 11 cidades, de sete estados: Belford Roxo e Duque de Caxias (RJ), Betim e Governador Valadares (MG), Curitiba (PR), Jequié (BA), Joinville (SC), Juazeiro do Norte (CE) e Santo André (SP). No total, foram entregues mais 5.460 casas à população. 

O Minha Casa, Minha Vida oferece a famílias com renda de zero a R$ 5 mil subsídios e as melhores condições de crédito para a aquisição da casa própria. Se a família tem rendimento mensal de até R$ 1,6 mil,poderá amortizar o financiamento em 120 parcelas de, no máximo, 5% da renda bruta. Para as faixas de renda superior, há subsídios diversos, descontos em taxas administrativas e seguros, além de financiamento em até 30 anos.'
Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: