Na TV, Dilma diz que Marina "pode desmontar o Brasil"


"Programa da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), na tarde deste sábado (6) no horário eleitoral na TV, foi o mais duro e direto ataque da petista contra a sua principal adversária, Marina Silva; Dilma citou nominalmente a candidata do PSB por diversas vezes, ao longo dos 11 minutos da inserção; segundo ela, Marina é uma das "vozes que ameaçam o pré-sal, essa grande riqueza nacional"; Dilma rebateu o programa econômico da candidata do PSB, afirmando que Marina "tem propostas na área econômica que repetem erros de governos tucanos que trouxeram desemprego e arrocho salarial no passado"; Dilma afirmou ainda que "como presidenta, tem a obrigação de alertar aos brasileiros e brasileiros que, se colocado em prática, o programa de Marina pode desmontar o Brasil"; estratégia de desconstrução a pleno vapor; obterá êxito?

Brasil 247

No programa voltado ao 7 de setembro, Dia da Independência, a presidente Dilma Rousseff (PT) fez, no horário eleitoral da tarde deste sábado (6), o mais duro e direto ataque contra sua principal adversária, a candidata do PSB, Marina Silva. A petista afirmou que Marina é uma das "vozes que ameaçam o pré-sal, essa grande riqueza nacional". Dilma também rebateu o programa econômico da candidata do PSB, que segundo ela, "se colocado em prática, pode desmontar o Brasil".

"Cada momento da vida do Brasil exige de nós um esforço diferente. No passado foi a luta pela democracia. Há 12 anos, tem sido o combate às desigualdades. Neste exato momento, é a defesa do pré-sal. Esta luta torna-se, particularmente, importante, porque surgem vozes que ameaçam essa grande riqueza nacional. A candidata Marina Silva é uma delas, pois tem defendido o fim da prioridade ao pré-sal. Em termos práticos, isso significaria abandonar ou desacelerar a exploração dessa imensa fonte de riqueza com consequências terríveis para o desenvolvimento do Brasil", afirmou.

Dilma diz que vai lutar "com todas as forças contra este absurdo, contra qualquer tentativa de atingir o pré-sal e a Petrobras". "Brasileiros e brasileiras, que querem mais futuro para a nossa pátria, conclamo que entrem de corpo e alma nessa luta", completa.

A presidente afirma ainda que conhece Marina Silva e pode dizer que ela "não é uma pessoa mal-intencionada", mas diz que a candidata do PSB "tem revelado visões profundamente equivocadas sobre o desenvolvimento do Brasil".

"Além do seu monumental equívoco com o pré-sal, ela tem propostas na área econômica que repetem erros de governos tucanos que trouxeram desemprego e arrocho salarial no passado. Em suas propostas, Marina chega a dar passos ainda mais atrás do que os tucanos. Defende a autonomia legal do Banco Centro e uma menor atuação dos bancos públicos na economia. Isso traria juros mais altos, recessão e forte diminuição de crédito para a agricultura (Pronaf), a moradia popular (Minha Casa Minha Vida), o transporte público (obras de mobilidade), a infraestrutura e setores estratégicos que precisam de empréstimos a juros mais baixos e a prazos mais longos", alerta Dilma, em tom grave.

Ela ressalta que não tem "nenhuma intenção de atacar a candidata", mas frisa que "como presidenta da República, tem a obrigação de alertar a população de que se colocar em prática o seu programa de governo, Marina pode desmontar o Brasil que tanto custamos a melhorar".

Ao final do programa, o ex-presidente Lula também defende o pré-sal e a candidatura à reeleição de Dilma.

Abaixo o vídeo do programa na íntegra:

Postar no Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: